Use a Lei de Acesso à Informação para seus artigos

Lei de Acesso à Informação

O ano de 2014 foi complicado não somente pelo momento econômico que vive o Brasil, mas também pela sequência das denúncias de corrupção, principalmente na Petrobrás, resultados da eleição presidencial sendo questionados e até a Seleção tomou de sete da Alemanha.

O fato é que existe um desconforto cada vez maior da população quanto a veracidade das informações vindo do governo. Porém, deixando de lado as questões políticas e teorias conspiratórias, pouca gente sabe que todos nós temos acesso a toda e qualquer informação pública.

Com a Lei n° 12.527/2011, mais conhecida como Lei de Acesso à Informação, que entrou em vigor em 16 de maio de 2012, qualquer pessoa física ou jurídica pode solicitar informações aos 3 poderes (Judiciário, Legislativo e Executivo) e de qualquer esfera do governo (municipal, estadual, distrital e federal).

Qual o escopo da lei?

O nível de desconfiança com o governo pode lhe deixar cético quanto a efetividade do escopo, mas realmente, todas as pessoas têm acesso a todas as informações públicas, com exceção de informações sigilosas ao país. Desde que a lei entrou em vigor foram registrados aproximadamente 230.000 pedidos, com mais de 95% de respostas e acesso concedido em mais de 75% das solicitações.

A resposta à sua solicitação deve chegar em um prazo máximo de 20 dias. Caso seu pedido não tenha sido respondido corretamente ou tenha sido negado injustificadamente, você pode recorrer aos órgãos competentes. Mais informações estão no site http://www.acessoainformacao.gov.br/ .

Como usar as informações em seus artigos de pesquisa

Para o pesquisador, este acesso as informações abre uma nova gama de oportunidades para expandir o escopo de seu trabalho ou conseguir mais detalhes que possam ajudar a encontrar a solução do problema de forma mais rápida.

Todas os dados de consumo de água ou eletricidade de uma região, por exemplo, podem ser solicitados e analisados para identificar o impacto de uma determinada ação governamental. Ou projetos de pesquisa sobre o Brasil para o mercado internacional podem ter um embasamento muito maior e aumentar suas chances de publicação em um periódico científico de alcance global após a tradução do artigo científico.

Tire proveito desta ferramenta e compartilhe com sua comunidade acadêmica. Demoramos muito tempo para ter este tipo de acesso às informações, portanto, não vamos desperdiçar essa oportunidade.

Venha conhecer a Spark English, muito mais que uma empresa de tradução. O seu novo parceiro de negócios, com profissionais qualificados e vasta experiência na tradução de artigos científicos, para apoiar o seu crescimento profissional.

by Eric Menau

Empreendedor, nascido nos EUA e apaixonado por esportes americanos (e meus times RedSox, Magic e Dolphins), inovação, tecnologia, traduções, marketing digital e inovação.